Agora no Santos FC,  Rafael Longuine  indica como será a postura do adversário contra o Peixe

Agora no Santos FC,  Rafael Longuine  indica como será a postura do adversário contra o Peixe

(foto: Ricardo Saibun/ Santos FC)

Rafael Longuine que chegou ao Santos FC após se destacar pelo Audax no campeonato passado, quando marcou oito gols, e inclusive já defendeu também o próximo adversário do Peixe, explica como é a postura das equipes do interior em jogos deste tipo.

“Quando enfrentam time grande é natural você encarar o jogo como se fosse o último da sua vida. A gente tem percebido isso nos nossos jogos. A maioria dos adversários que  enfrentamos  sempre vem com uma postura defensiva. Os onze para trás da linha da bola, e se a gente não tiver a paciência de trabalhar bem a bola e saber o momento certo de estar achando o passe para furar a defesa  a gente sofre”, receitou o meia.

Na última partida do Santos FC, vitória por 4 a 1 diante do Mogi Mirim, o meia Rafael Longuine foi uma dessas peças utilizadas pelo treinador e manteve a qualidade do time. Utilizado tanto mais próximo ao gol, como também mais recuado, Longuine que entrou no lugar do experiente Renato, ressaltou que independente da função busca sempre o seu melhor.

“Sempre que entro procuro fazer o meu melhor para ajudar a equipe. O professor pediu para entrar mais por trás para iniciar as jogadas e procurar não dar o contra-ataque com erros de passes pelo meio. Além, claro, de ajudar na marcação”, disse o versátil camisa 17 santista.

Em sete jogos neste começo de temporada o técnico Dorival Júnior já utilizou 22 jogadores, ratificando assim a força e importância do seu elenco. Resultado,  invencibilidade e a liderança no Grupo A do Paulistão Itaipava com 12 pontos ganhos.